- publicidade -

Num decreto promulgado pelo presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi determinado o fim do uso de máscara em transportes públicos e farmácias, que continuavam a vigorar.

Segundo a Ministra da Saúde, é “adequado dispensar a obrigatoriedade do uso de máscara ou viseiras” tendo em conta o momento atual.

A medida foi publicada este sábado em Diário da República onde é declarado o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras e viseiras nos transportes coletivos de passageiros, táxis, veículos TVDE e em farmácias. Continua, no entando, a ser obrigatório o seu uso, em estabelecimentos de saúde e lares de idosos.

- publicidade -