Serviço “metrobus” de Gaia arranca amanhã

O serviço arrancará na sexta-feira, consistindo num vaivém com frequências de 10 em 10 minutos entre a estação de metro de D. João II e a zona de Baiza, em Vilar de Andorinho, servindo “todo o interior da urbanização da Rua Condessa Paço Vitorino”.

O serviço terá ainda “uma regularidade de 15 em 15 minutos e de 20 em 20 nos períodos de não ponta ou em algumas alturas de feriados e fim de semana”, conforme disse o presidente da Câmara, Eduardo Vítor Rodrigues, na apresentação do serviço, em 14 de julho.

O serviço será gratuito até 31 de dezembro, com o objetivo de “evoluir, cativar, fazer charme às pessoas, para que elas voltem ou venham para o transporte público urbano”, acrescentou o autarca, utilizando depois bilhética Andante.

Na prática, trata-se de uma faixa BUS de alta capacidade entre a Rotunda Afonso de Albuquerque e os Arcos do Sardão, que também permitirá a circulação de bicicletas e outros meios de mobilidade suave, tendo o presidente da autarquia reconhecido que não se trata de um modelo de “metrobus” puro.