Concurso para a construção do heliporto do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho (CHVNGE)

O concurso para a construção do heliporto do Centro Hospitalar de Gaia/Espinho (CHVNGE) foi lançado a 22 de maio, representando um investimento de 1,5 milhões de euros, prevendo-se que possa estar concluído no final deste ano.

Um equipamento “de especial importância na rápida resposta ao doente crítico”, considera o CHVNGE, salientando que este é “o destino, ou origem, de cerca de 7,2% dos doentes críticos helitransportados de e para os hospitais do Grande Porto, e ainda um hospital de fim de linha na região Norte, dispondo de um Serviço de Urgência Polivalente com Centro de Trauma”.

“Sendo o único hospital desde Gaia até Coimbra que tem todas as valências médico-cirúrgicas, torna-se crucial que possa passar a dispôr de um equipamento de transporte aéreo (heliporto), respondendo assim ao levantamento feito pelo Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) sobre os hospitais que tinham de construir heliportos ou requalificá-los, e que colocava o CHVNGE como prioritário.