Comida do mundo, vegan e acessível, no Beija-flor Cantine, em Gaia

No Beija-flor Cantine faz-se uma viagem pelo mundo, à mesa, recorrendo a produtos de época e locais, e dispensando as matérias-primas de origem animal. Assim o quiserem as ceramistas Célia Lostrego, natural da Lituânia, e Anabela Liste, quando em julho abriram esta cantina vegana, na Associação Ginásio Clube de Mafamude, em Santo Ovídio. De uma cozinha aberta saem pratos de forte inspiração asiática, proveniente das viagens de Célia, e a preços acessíveis, já que uma das premissas do espaço passa por permitir a todos acesso à comida vegana.

De quarta a sexta, quem visitar o Beija-flor, tanto pode encontrar no menu dia, chilli de batata-doce com feijão branco, burguer de grão com batata-doce, dahl de lentilha coral, como caris variados. Receitas confecionadas frequentemente com aquilo que a horta da associação dá, sejam os colossais abacates que crescem num imponente abacateiro, os tomates, a batata-doce ou a couve.

38942467 BINARY GI06112020ARTURMACHADO000075

O almoço de sábado está reservado para o buffet temático. Por 10 euros, provam-se cinco pratos frios, dois quentes e uma quantas sobremesas, na companhia de música ao vivo, dada por um DJ ou por uma banda.