InícioSem categoriaSindicato contesta despedimento coletivo de 24 trabalhadores na Camo, em Gaia

Sindicato contesta despedimento coletivo de 24 trabalhadores na Camo, em Gaia

“Esta manobra não é mais do que um plano para proceder a uma limpeza de trabalhadores com mais antiguidade e com melhores salários, para mais à frente contratar outros, com salários mais baixos e com vínculos precários”, refere o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Norte (Site-Norte) em comunicado.

A agência Lusa tentou, sem sucesso até ao momento, obter um comentário por parte da administração da CAMO.

Garantindo que “encetará todos os esforços para que sejam cumpridos os direitos dos trabalhadores e protegidos os seus postos de trabalho”, o Site-Norte convocou para a próxima segunda-feira um plenário de trabalhadores, “para analisar a situação e decidir as formas de luta a tomar”.

Ainda antes do plenário, o sindicato promove, pelas 15:00 desta sexta-feira, uma concentração de dirigentes, delegados e ativistas sindicais à porta da empresa, em Vilar de Andorinho, Vila Nova de Gaia.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments