InícioSem categoriaPulseira eletrónica por violência doméstica

Pulseira eletrónica por violência doméstica

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Porto, no dia 14 de outubro, deteve um homem de 23 anos por violência doméstica, no concelho de Vila Nova de Gaia.

Na sequência de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o agressor manteve o relacionamento durante um ano com a vítima, sua ex-companheira, de 23 anos, sujeitando-a a maus tratos verbais, psicológicos e ameaças de morte. Movido por ciúmes e por não se conformar com a separação, o suspeito passou a perseguições e vigilâncias, tentando controlar os movimentos da vítima, chegando a efetuar um tiro contra a janela da residência, como forma de intimidação. No decorrer das diligências policiais, foram realizadas duas buscas, uma domiciliária e outra em veículo, onde foi possível apreender material relacionado com armamento e munições.

O suspeito, com antecedentes criminais por crimes de burla informática, foi detido e presente, ontem, dia 15 de outubro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de afastamento e proibição de contactar com a vítima, proibição de frequentar os locais habitualmente frequentados pela vítima, não se podendo aproximar num raio de 500 metros, bem como proibição de adquirir ou deter armas em sua posse, controlado por pulseira eletrónica.

RELATED ARTICLES
- Advertisment -

Most Popular

Recent Comments