Fórum Cidadania Porto contra a demolição do apeadeiro de Miramar

O Fórum Cidadania Porto enviou uma carta à administração da CP e ao ministro das Infraestruturas dando conte de um “protesto veemente pela pré-anunciada demolição” da emblemática estação ferroviária de Miramar.

Na missiva que tem também como destinatários o autarca de Vila Nova de Gaia e a Junta de Freguesia de Arcozelo, este fórum de defesa do património lamenta que “estará decidida pela CP a demolição da icónica estação de comboios de Miramar, em Gaia”.

Segundo este grupo de cidadãos, “o histórico edifício do apeadeiro construído em 1926 segundo projeto do arquiteto Fernando Perfeito de Magalhães” é um imóvel de valor. Nas palavras do Fórum, trata-se de um “edifício emblemático dos primórdios da arquitetura ferroviária, de cariz eclético, romântico e bem exemplificativo de toda uma época em que aquela zona se veio a desenvolver”.

Em causa está um projeto de remodelação daquela zona ferroviária. Já antes um grupo de cidadãos tinha assinado uma petição para impedir a construção de um túnel em Miramar. A modernização da Linha do Norte, no troço entre Espinho e Vila Nova de Gaia, implicava, nas palavras dos signatários a destruição de património paisagístico, com o abate de árvores na zona e a construção de um túnel.

Agora, o Fórum Cidadania Porto diz não “aceitar que a CP, em vez de recuperar e dignificar o apeadeiro” de Miramar, “opte por o demolir e substituir por uma construção nova, promovendo a destruição de um símbolo do Porto romântico balnear”.

O Fórum deixa também um alerta. “Tal desiderato, contraria o espírito revivalista que se vive um pouco por toda a Europa, em que se recuperam ramais, composições e apeadeiros, promovendo viagens em comboios de época”, opção que, diz a carta, “o actual Governo tem seguido e bem”.

O apeadeiro de Miramar, é do mesmo arquiteto de outras estações de caminho de ferro, nomeadamente as de Aveiro, Caldas da Rainha ou Santarém. O projeto do arquiteto Fernando Perfeito de Magalhães chegou a sair, em 1927, nas páginas da revista “A Arquitectura Portugueza”, “situação que comprova a sua importância patrimonial a nível nacional”, refere o Fórum Cidadania Porto.

Inaugurada a 1 de junho de 1928, a tempo das festividades do Senhor da Pedra, a estação de Miramar já sofreu diversas intervenções ao longo do tempo. Em 2018 foram realizados trabalhos de manutenção e requalificação de todo o apeadeiro

Na carta partilhada com os meios de comunicação social, o Fórum Cidadania Porto pede um esclarecimento à CP, “confirmando ou desmentindo” a informação relativa à demolição daquele equipamento e apela à Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia “para que intervenha nesta matéria, uma vez que este apeadeiro se encontra inscrito no inventário municipal anexo ao PDM, enquanto Elemento com Nível de Proteção Integral (artigo 35)”.

foto forum cidadania porto12389c04 base