A JOVEM JUDIA ANNE FRANK NO FESTIVAL JOSÉ GUIMARÃES

No auditório da Tuna Musical de Santa Marinha, em Gaia, o III Festival de Teatro José Guimarães prossegue no próximo sábado, dia 23 de outubro, às 21h30, com um espetáculo que marca regresso da AJIDANHA-Associação de Juventude de Idanha-a-Nova, um dos mais prestigiados grupos de teatro amador portugueses. Com dramaturgia e direção de Nádia Santos, “O Anexo” traz a cena a história dramática de Anne Frank, a adolescente judia, que, com apenas 13 anos, se escondeu juntamente com a sua família e outros quatro judeus, num anexo secreto para tentar escapar à sorte dos judeus, que haviam começado por ser deportados por parte dos alemães nazis para campos de concentração.  

Muitos conhecem a sua história, mas poucos conhecem os detalhes dessa auto reclusão. expressos no seu Diário. Anne Frank escreveu quase sempre para uma amiga imaginária a quem chamou Kitty, com grande curiosidade pela vida e pelo comportamento humano. E com um sentido de humor muito peculiar para sua idade, descreveu o dia-a-dia dentro do anexo, detalhando as suas rotinas e as dos seus habitantes, e os “acontecimentos extraordinários” a que estavam sujeitos. A honestidade dos seus sentimentos, a sua reflexão sobre a justiça, ou a curiosidade sobre a descoberta dos afetos, faz com que este testemunho, de esperança e perseverança, seja para todas as idades e todas as culturas.