- publicidade -

O vice-presidente da Câmara Municipal de Gaia, Patrocínio Azevedo, e outras cinco pessoas foram detidas na manhã desta terça-feira na sequência de uma operação da Polícia Judiciária, que está a investigar alegados crimes de abuso de poder, corrupção ativa e passiva e recebimento indevido de vantagem.

A operação, intitulada “Babel”, inclui várias buscas na autarquia de Gaia, mas também na Câmara Municipal do Porto, sendo que dois dos detidos são funcionários desta última autarquia. A agência Lusa adianta que foram apreendidos os telemóveis do vereador do urbanismo da cidade, Pedro Baganha, e de uma chefe de divisão do urbanismo.

- publicidade -