- publicidade -

Depois de na meia-final ter vencido a Bulgária por 56-49, resultado que garantiu desde logo a tão almejada subida à Divisão B, o que não acontecia desde 2016, Portugal marcou presença na final. No jogo decisivo que ditava a subida, as meias-finais da prova, Portugal venceu a Bulgária, por 56-49, numa reviravolta épica.

Os comandados da equipa técnica liderada por Óscar Trigo conseguiram assim a tão desejada subida á Divisão B de BCR, impulsionados por Pedro Bártolo, já na parte final do encontro.

Pedro Bártolo (21pts, 3res, 3ast), Luís Domingos (15pts, 6res, 8ast, 1rb), Ibrahim Mandjam (10pts, 12res, 1ast, 1rb) e João Reis (10pts, 7res, 2ast) foram as principais figuras da Seleção Portuguesa.

No jogo da final, a seleção nacional de basquetebol em cadeira de rodas, defrontou a Chéquia, tendo esta levado a melhor sobre a equipa das quinas por 42-65. Com a subida já garantida faltava juntar o título europeu da divisão, facto que não foi conseguido, por mérito dos checos.

O jogo ficou marcado pela superioridade física dos adversários de Portugal. Não obstante, a equipa Portuguesa terminou de forma brilhante a participação no europeu, com quatro vitórias e apenas uma derrota, conquistando a medalha de prata.

O português Luís Domingos, esteve em evidência no torneio, sendo eleito para o cinco ideal da prova.

- publicidade -