- publicidade -

O auditório Maestro José Gomes, em Grijó, acolheu, a 21 de setembro, uma sessão de apresentação e esclarecimento sobre a linha ferroviária de alta velocidade Porto-Lisboa, Fase 1 – Troço Porto/Soure, Lote A – Aveiro (Oiã)/Porto (Campanhã).

“Ponderando os impactos negativos identificados, na generalidade suscetíveis de minimização, e os impactos positivos significativos perspetivados, emite-se decisão favorável condicionada”, ao traçado proposto entre o Porto e Aveiro para a linha de Alta Velocidade (LAV) Porto- Lisboa, pode ler-se na DIA (Declaração de Impacto Ambiental).

Em Gaia, a LAV terá uma extensão de 14 quilómetros de via dupla em bitola ibérica, com túneis de quatro quilómetros de extensão (quatro obras). A estação em Santo Ovídio terá ligação direta ao Metro do Porto, através da linha amarela (em fase final de construção) e a futura linha rubi. Está, ainda, incluída uma nova travessia no Douro, em ponte rodoferroviária. De sublinhar que a nova estação de Gaia para a LAV será totalmente subterrânea, segundo informou a IP. 

Veja na nossa página do Facebook, o nosso direto realizado ontem.

https://www.facebook.com/terrasdegaia/

- publicidade -