A união faz a força, modalidades juntas para o “jogo das nossas vidas”

Hoje não jogamos ao ataque, nem à defesa. Hoje ficamos no banco para que juntos encontramos a melhor tática para quebrar o mais duro dos adversários, talvez um 4:2 ou talvez um 4-4-2. No final Ricardo Costa, treinador do FC Gaia deixa um desafio a todos os atletas!